4Ride termina o Salão Duas Rodas com giro de R$ 300 mil em negócios

//4Ride termina o Salão Duas Rodas com giro de R$ 300 mil em negócios

4Ride Motorcycle. Clube de motos compartilhadas agrega economia, sustentabilidade e praticidade.

Nos últimos dias, olhares e atenção estiveram voltados para o Salão Duas Rodas que aconteceu no Expo São Paulo. Além das principais novidades do segmento, o futuro econômico do segmento também estive em pauta durante a semana.

Motocicleta compartilhada. Imagens ilustrativas | Pixabay

Motocicleta compartilhada.
Imagens ilustrativas | Pixabay

A grande novidade desta edição foi apresentada pela 4Ride Motorcycle. O clube de motos compartilhadas fez seu lançamento oficial junto ao público e o resultado foi positivo – inclusive, superando expectativas. Segundo Gustavo Carvalho, empresário e fundador da 4Ride, “tivemos 99% de aceitação da nova modalidade de negócio que propomos e saímos do Salão com um giro de negócio de R$ 300 mil”. Para ele, o 1% que restou faz parte do grupo que pensa “que moto não se divide”.

Imagens ilustrativas | Pixabay

Imagens ilustrativas | Pixabay

Pude conversar com pessoas vindas de diversas cidades, como Brasília, Curitiba, Fortaleza e fui surpreendido ao descobrir que nosso público não é formado somente de jovens, ou seja, 4Ride atende ao interesse de pessoas de todas as idades“, afirma Gustavo.

Propostas fechadas e outras encaminhadas, a partir de dezembro as primeiras motos compartilhadas estarão à disposição de seus sócios. O conceito que nasceu com o objetivo de que amantes de motocicletas premium realizem o sonho de ter a sua própria, investindo 25% do valor do modelo escolhido e fica livre da burocracia que é de total responsabilidade do clube.

Imagens ilustrativas | Pixabay

Existe uma relação de marcas e modelos onde o usuário pode fazer sua escolha e já se preparar para pilotar a moto escolhida. A escolha da moto define o clube do qual você participará e a quais motos terá acesso dentro dele. Cada moto será dividida por um grupo máximo de quatro pessoas e segundo o fundador da 4Ride, “a proporção demotos nos clubes será sempre de pelo menos uma moto para cada quatro membros”.

As cotas pertencerão ao usuário pelo período contratual de dois anos. Após este prazo, a moto será vendida e o investidor receberá a parcela equivalente a 1/4 do preço de venda.

Comum no exterior, a ideia de economia compartilhada vem crescendo no País e ganhando espaço no dia a dia do brasileiro. O elevado número de co-workings nos grandes centros urbanos são um termômetro de que a mudança vem chegando e talvez seja o futuro econômico.

4Ride Motorcycle

4RIDE MOTORCYCLE – A 4Ride Motorcycle é um clube de motos compartilhadas. O processo é simples e os associados ainda ficam livres da burocracia. Para usufruir dos benefícios oferecidos, basta que o usuário adquira cotas de uma moto que equivalem a aproximadamente 25% do valor do veículo. A partir de então, ele passa a integrar um clube com outras motos de diversas marcas e modelos que ficarão à disposição. É a opção ideal para quem visa custo-benefício. Acesse: www.4ride.com.br

Informações e imagens: VGCOM

2017-11-23T23:42:27+00:00 23 novembro - 2017|Notícias|0 Comentários

Deixar Um Comentário

%d blogueiros gostam disto: