MotoGP: Rossi diz que ainda sente dores, mas larga em terceiro em Aragão

//MotoGP: Rossi diz que ainda sente dores, mas larga em terceiro em Aragão

Valentino Rossi

Depois de confirmar em um comunicado oficial de que o piloto Michael van der Mark (Yamaha – WorldSBK) iria substituir Rossi na 14ª etapa da MotoGP na pista MotorLand em Aragão, a Yamaha voltou atrás no meio da semana, e disse que o Doutor estaria na pista espanhola. Após testes em Misano, o piloto italiano se sentiu confiante para voltar ao MotoGP e brigar pelo campeonato.

Força total. Esse é o lema da Yamaha para a 14ª etapa do Mundial de MotoGP, que acontece neste fim de semana (23 e 24 de setembro) em Aragão, Espanha.

A prova marca o retorno de Valentino Rossi após sofrer uma séria lesão. Apesar disso, Michael van der Mark estará no “banco de reservas” como piloto de substituição, caso Rossi não se sinta bem para disputar a corrida.

Rossi surpreendeu tanto que nos treinos classificatórios desse sábado, ele conseguiu o terceiro tempo. Isso com apenas 22 dias de recuperação. A previsão de volta era de pelo menos 40 dias. Maverick Viñales, companheiro de Rossi na Yamaha conseguiu a pole e Jorge Lorenzo sai em segundo.

Valentino Rossi

“Fizemos um grande trabalho após a lesão. Tenho que agradecer todas as pessoas que me ajudaram nesse processo. O médico, Raffaele Pascarella, que fez a cirurgia, depois trabalhei muito forte com meu preparador. Minha perna foi melhorando a cada dia. Ainda tenho um pouco de dor, mas posso andar de uma maneira muito confortável. Estou muito feliz. É muito importante eu poder largar na primeira fila”, declarou Rossi.

Apesar de perder a corrida anterior em função da uma lesão adquirida em um treino off-road, Rossi chega a 14ª rodada ocupando o quarto lugar no campeonato, a 42 pontos do topo da classificação. Embora sua perna ainda não tenha sido completamente curada, o nove vezes Campeão do Mundo está feliz de ter a oportunidade de tentar pilotar sua YZR-M1 novamente e cumprimentar os fãs espanhóis em Alcañiz, onde ele já subiu ao pódio três vezes (três terceiros lugares em 2013, 2015 e 2016).

Maverick Viñales

Maverick Viñales larga na pole em Aragão

Grid de largada – MotoGP – Aragão:

Maverick Vinales (Yamaha) – 1:47.635s
Jorge Lorenzo (Ducati) – +0.100
Valentino Rossi (Yamaha) – +0.180
Cal Crutchlow (LCR Honda) – +0.195
Marc Marquez (Honda) – +0.328
Dani Pedrosa (Honda) – +0.472
Andrea Dovizioso (Ducati) – +0.502
Aleix Espargaro (Aprilia) – +0.524
Alvaro Baustista (Aspar Ducati) – +0.552
Andrea Iannone (Suzuki) – +0.654
Johann Zarco (Tech 3 Yamaha) – +0.767
Mika Kallio (KTM) – +0.836
Jack Miller (MVDS Honda) – +0.672
Pol Espargaro (KTM) – +0.752
Karel Abraham (Aspar Ducati) – +0.832
Danilo Petrucci (Pramac Ducati) – +1.273
Loris Baz (Avintia Ducati) – +1.276
Jonas Folger (Tech3 Yamaha) – +1.399
Hector Barbera (Avintia Ducati) – +1.417
Alex Rins (Suzuki) – +1.598
Tito Rabat (MVDS Honda) – +1.623
Scott Redding (Pramac Ducati) – +1.943
Sam Lowes (Aprilia) – +3.134

Informações e imagens: Yamaha e MotoGP

2017-09-23T17:25:05+00:00 23 setembro - 2017|MotoGP|0 Comentários

Deixar Um Comentário

%d blogueiros gostam disto: