1ª etapa do Brasileiro de Motocross: Paulo Alberto (MX1), Gustavo Pessoa (MX2) e Duda Parise (MX3) fizeram a festa

/, Notícias/1ª etapa do Brasileiro de Motocross: Paulo Alberto (MX1), Gustavo Pessoa (MX2) e Duda Parise (MX3) fizeram a festa
Tudo de Motos, com informações de Christine Wesendonk, do site BRMX e Agencia Vipcomm

Campeonato Brasileiro de Motocross 2015 – Foto: Luiz Pires/VIPCOMM
Limeira (SP) – A primeira etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross 2015, realizada neste domingo (17), em Limeira (SP), foi marcada pelas emocionantes corridas e público que lotou as arquibancadas do motódromo Carlos Alberto Nunes (Cacko). O português Paulo Alberto, na MX1, e o paulista Gustavo Pessoa, na MX2, ambos da Equipe Honda Mobil, venceram uma corrida cada um em suas respectivas categorias, garantiram a etapa e a liderança da competição. Na Junior, o fim de semana foi de Leonardo Almeida, da Dunas Team, que faturou a prova, além de todos os treinos do sábado.
1ª Bateria MX1 – Jetro Salazar e Paulo Alberto largaram na frente, puxando um pelotão com grandes nomes que iniciava com Miguel Cordovez, Ratinho Lima, Wellington Garcia, Jean Ramos, Balbi Junior, Adam Chatfield e Carlos Campano.
Paulo Alberto assumiu a dianteira na primeira volta e começou  a abrir vantagem dos demais. Mais atrás, Campano iniciava sua recuperação, mas com dificuldades para ultrapassar Wellington Garcia e Jean Ramos. Depois de assumir a quarta colocação, com pista limpa, o espanhol chegou em Cordovez, fez a ultrapassagem e manteve a terceira colocação.
Balbi Junior acabou tomando um tombo e terminou a prova com a moto toda torta, na 11ª colocação.
2ª Bateria MX1 – O equatoriano Miguel Cordovez largou na frente, trazendo Carlos Campano no encalço. Jean Ramos era o terceiro, seguido de Adam Chatfield, Carlos Badiali, Wellington Garcia e Balbi Junior.
Jetro Salazar e Paulo Alberto, que na primeira bateria largaram na frente, caíram juntos na largada da segunda prova. Paulo Alberto então fez uma corrida espetacular de recuperação, deixando um a um para trás até chegar na segunda colocação para garantir a sua primeira vitória overall na MX1 do Brasileiro de Motocross. Jetro não teve o mesmo desempenho, e acabou a bateria em sétimo.
Na terceira volta, Campano e Jean ultrapassaram Cordovez. O espanhol conseguiu abrir vantagem e se manteve na dianteira até a bandeirada final. Nas últimas voltas, com a chegada de Paulo Alberto ao segundo lugar, CC115 apenas administrou a distância.
Pódio MX1 – Foto: Luiz Pires/VIPCOMM
Resultado – 1ª etapa Brasileiro de Motocross – Limeira (SP)
MX1 – Soma Baterias
1º Paulo Alberto #211 – 47 pontos
2º Carlos Campano #115 – 45 pontos
3º Jean Ramos #10 – 38 pontos
4º Jetro Salazar #920 – 36 pontos
5º Adam Chatfield #407 – 32 pontos

Gustavo Pessoa surpreende e vence MX2

1ª Bateria MX2 – Largada com Fabio “Moranguinho” e Rodrigo Lama dividindo a primeira curva, e Dudu Lima em terceiro “babando” na cola dos ponteiros.
O campeão de 2014, Hector Assunção, ficou no gate de largada com a moto desligada. Pedalou várias vezes e saiu muito atrasado. Seu companheiro de time, Gustavo Pessoa, caiu na primeira curva, e então ambos fizeram uma corrida espetacular de recuperação.
Demorou três voltas para Dudu Lima assumir a primeira colocação e disparar na frente. Moranguinho, com lesão recente no braço, aguentou bem as primeiras voltas, mas acabou tomando um tombo e abandonando a prova com dores no ombro. E Lama, consistente, se manteve em segundo até a chegada de Gustavo Pessoa e Hector Assunção.
2ª Bateria MX2 – Fabinho “Moranguinho” e Caio Lopes dividiram a primeira curva puxando a frente da segunda bateria. Caio Lopes conseguiu a dianteira na quarta curva e disparou. Hector Assunção e Gustavo Pessoa desta vez largaram melhor e logo chegaram no ponteiro para, na metade da prova, ultrapassarem Caio Lopes.
Mais rápido, Gustavo Pessoa deixou Hector para trás, tendo Caio Lopes em terceiro, Dudu Lima em quarto e João Ribeiro em quinto.
No fim, aplaudido pelo público, Gustavo Pessoa chorou de emoção ao dar entrevista no microfone, agradecendo toda equipe e família pelo suporte. Esta foi a primeira vitória do atleta na categoria MX2.
Pódio MX1 – Foto: Luiz Pires/VIPCOMM
Resultado – 1ª etapa Brasileiro de Motocross – Limeira (SP)
MX2 – Soma Baterias
1º Gustavo Pessoa #891 – 47 pontos
2º Eduardo Lima #2 – 47 pontos
3º Hector Assunção #1 – 35 pontos
4º Pedro Bueno #97 – 33 pontos
5º João Pedro Ribeiro #282 – 31 pontos

Bateria Junior: Tudo perfeito para Leonardo Almeida 

Leonardo Almeida teve um fim de semana perfeito. Depois de conquistar os melhores tempos nos treinos livre e classificatório da categoria Júnior, o garoto de 15 anos levou com tranquilidade a corrida. O paranaense liderou de ponta a ponta e abriu vantagem de seis segundos em relação a Tallys Brito, que terminou na segunda colocação.
– A etapa foi ótima. Vim embalado com os resultados de sábado e me concentrei para fazer uma boa bateria. Espero manter esse ritmo durante todo o campeonato e lutar pelo título da categoria – disse o vencedor.
Outro fato chamou a atenção nesta corrida. Muguinho Paz e Leo Cassaroti disputavam a segunda colocação quando Muguinho deu um “chega pra lá” muito forte em Cassaroti. O paranaense teve que abandonar a prova e Muguinho foi penalizado em 20 segundos por atitude antidesportiva. A torcida também “penalizou” Muguinho com muitas vaias pelo ocorrido.
– A gente vinha numa disputa forte pela segunda colocação. Ele já tinha me acertado na parte baixa da pista, onde o público não enxerga, e eu dei o troco. Ainda não falei com ele, mas acho que foi um lance de corrida, do calor do momento. Escutei as vaias, mas tentei me manter focado na corrida – explicou Muguinho.
Pódio Categoria Junior – Foto: Luiz Pires/VIPCOMM
Resultado – 1ª etapa Brasileiro de Motocross – Limeira (SP)
Junior – Cinco primeiros
1º Leonardo Almeida #62
2º Tallys Brito #183
3º Renato Paz #101
4º Joseildo Lopes Junior #57
5º Thiago Brenner #24

Duda Parise vence categoria MX3 na abertura

A única prova realizada no sábado foi da categoria MX3. Estreando pela Escuderia X, Duda Parise fez uma prova perfeita, largando na frente para vencer de ponta a ponta.
– É muito bom começar o campeonato com vitória. Minha participação no Campeonato Gaúcho foi fundamental como treinamento para o Brasileiro. Os ótimos resultados nos dois treinos me deu bastante confiança para vencer a corrida – disse Duda.
A prova foi cheia de reviravoltas na segunda colocação. Milton “Chumbinho” Becker cruzou a linha de chegada em segundo, mas foi penalizado em 20 segundos por saltar com a bandeira amarela agitada em uma rampa e acabou subindo na terceira posição do pódio. Assim, Marcos Cordeiro subiu para o segundo lugar, mas ele também foi penalizado após a corrida por NÃO deixar a moto no parque fechado (os três primeiros são obrigados a deixar a moto no parque fechado após a corrida) e acabou desclassificado. Por fim, Chumbinho recuperou a segunda colocação e Mariana Balbi subiu para o terceiro posto.
Outro ponto alto do dia foi a corrida de André Stocovich. Piloto local e dono da marca de equipamentos que leva seu sobrenome, Stoco terminou a prova em quinto (foi o quarto no fim por causa da punição a Marcos Cordeiro) e fez uma festa tremenda com a galera na arquibancada.
Pódio MX1 – Foto: Luiz Pires/VIPCOMM
Resultado – 1ª etapa Brasileiro de Motocross – Limeira (SP)
MX3  – Cinco primeiros
1º Douglas (Duda) Parise
2º Milton Becker
3º Mariana Balbi
4º André Stocovich
5º Richard Berois
A segunda etapa do Brasileiro de Motocross está marcada para os dias 15 e 16 de
junho, em Paty do Alferes (RJ).
Paulo Alberto, piloto da Equipe Honda Mobil – Foto: Luiz Pires/VIPCOMM

Wellington Garcia, piloto da Equipe Honda Mobil – Foto: Luiz Pires/VIPCOMM

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: