Com as arquibancadas do Arena Cross lotadas, brasileiro vence e sai na frente pela disputa do título da temporada.

Jean Ramos - Arena Cross
Jean Ramos – Foto: Danyllo Proto

A abertura da temporada 2019 do Arena Cross Brasil começou em grande estilo e com vitória brasileira. Depois de duas baterias bastante apertadas, Jean Ramos #10 (JMR/Destri/Geração) se reencontrou com as vitórias na competição e acabou a noite no lugar mais alto do pódio. O triunfo chegou graças a uma importante vitória na primeira disputa da noite e a sustentação da quarta colocação na segunda bateria.

Focado em se reencontrar com as vitórias, Jean não se abateu com a derrota no Duelo 1×1 onde enfrentou Hector Assunção #30 (Honda Racing) e venceu de maneira convincente a primeira bateria da noite. No segundo embate, administrou a quarta colocação que o garantia como o vitorioso da noite em caso de derrota do seu principal rival dos últimos anos, o português Paulo Alberto #01 (Yamaha/Monster/Geração).

A combinação de resultados e o ponto extra conquistado no duelo garantiram a liderança do campeonato ao bi-campeão. Na somatória da noite, Hector Assunção acabou em segundo e Jetro Salazar #20 (Honda Racing) em terceiro.

Duelo 1×1

O duelo disputado entre os brasileiros Hector Assunção #30 (Honda Racing) e Jean Ramos #10 (JMR/Destri/Geração) acabou com vitória tranquila do piloto da Honda, que dá primeira à última curva pilotou de maneira perfeita, sem sustos e com certa vantagem. A vitória mantem Hector invicto nas disputas do Duelo 1×1 nos últimos tempos e de quebra garantiu ao mesmo os dois primeiros pontos da temporada. Ramos faturou um com a derrota.

Hector Assunção na abertura do Arena Cross
Hector Assunção – Foto: Danyllo Proto Soares

1ª Bateria PRO

A primeira bateria da categoria PRO foi marcada pelo domínio absoluto do piloto brasileiro Jean Ramos #10 (JMR/Destri/Geração) que despontou na liderança da prova logo na largada e de lá não saiu mais. É bem verdade que foi bastante ameaçado pelo atual campeão, Paulo Alberto #1 (Yamaha/Monster/Geração), mas não sofreu nenhum susto efetivo. O duelo entre o campeão e o brasileiro Hector Assunção #30 (Honda Racing) pela segunda colocação foi um pouco mais emocionante, mas após uma queda de Hector, o lusitano acabou a prova tranquilo. A vitória de Ramos seguido por Alberto teve ainda Jetro Salazar #20 (Honda Racing) na terceira colocação, Humberto Martin #101 (Circuit/Honda) em quarto e Hector Assunção em quinto.

2ª Bateria PRO

Disputa de tirar o fôlego, digna das grandes provas do Arena Cross Brasil. Largando muito bem, o português Paulo Alberto assumiu a liderança da prova e por lá ficou por mais da metade da disputa. Se recuperando de uma lesão na mão, viu Hector Assunção se aproximar de maneira perigosa até a inevitável ultrapassagem, que retirou aplausos das arquibancadas. Quem também aproveitou para fazer a ultrapassagem foi Jetro Salazar que completou a dobradinha da Honda Racing na disputa. A terceira colocação ficou com Paulo Alberto, seguido por Jean Ramos em quarto e Adam Chatfield #407 (KTM Sacramento/IMS) em quinto.

Confira a classificação do campeonato na categoria PRO (10 primeiros)

1º Jean Ramos #10 – 34 (JMR/Destri/Geração)
2º Hector Assunção #30 – 33 (Honda Racing)
3º Jetro Salazar #20 – 32 (Honda Racing)
4º Paulo Alberto #1 – 32 (Yamaha/Monster/Geração)
5º Humberto Martin #101 – 22 (Circuit/Honda)
6º Adam Chatfield #407 – 21 (KTM Sacramento/IMS)
7º Pedro Bueno #97 – 19 (Yamaha IMS)
8º Caio Lopes #134 – 16 (Rota K/Kawasaki)
9º Roosevelt Assunção #100 – 14 (Rota K/Kawasaki)
10º Vinicio Ribeiro #08 – 12 (Oeste Racing/Honus Racing)

AX2

O retorno da categoria AX2 ao Arena Cross Brasil atendeu a todas as expectativas dos apaixonados pelo motocross. Com jovens talentos da modalidade em poderosas motos de 250 cilindradas, o show ficou por conta do piloto Lucas Dunka #34 que soberano e favorito na disputa, conquistou a primeira vitória do ano com mais de 20 segundos de vantagem. A segunda colocação ficou com o piloto Fábio Santos #04, que havia feito o melhor tempo do dia no treino classificatório. A terceira colocação foi do piloto Leonardo Souza #45, seguido por Leonardo Cassarotti #25 em quarto e Frederico Spagnol #61 em quinto.

Confira a classificação do campeonato na categoria AX2 (10 primeiros)

1º Lucas Dunka #34 – 20
2º Fábio Santos #4 – 17
3º Leonardo Souza #45 – 15
4º Leonardo Cassarotti #25 – 13
5º Frederico Spagnol #61 – 11
6º Gabriel Andrigo #10 – 10
7º Matheus Klysman #43 – 09
8º Renan Goto #555 – 08
9º Reginaldo Ribeiro #416 – 07
10º Luiz Felipe #36 – 06

65cc

Sucesso nas disputas do Arena Cross, a categoria que mais revela talentos no motocross trouxe mais uma prova de muito agradável de assistir e que acabou com uma convincente vitória do pequeno Bernardo Tibúrcio #03, que entra na disputa como favorito ao título. A segunda colocação ficou com Bruno Leal #317 que seguiu de perto o líder da prova, mas não consegui superá-lo. A terceira colocação ficou com Kevin Andrade #11, seguido de perto por João Torres #711 e Felipe Maia #931.  

Confira a classificação do campeonato na categoria 65cc (10 primeiros)

1º Bernardo Tibúrcio #03 – 20
2º Bruno Leal #317 – 17
3º Kevin Andrade #11 – 15
4º João Torres #711 – 13
5º Felipe Maia #931 – 11
6º Kauã Fernandes #74 – 10
7º Gustavo Torres #712 – 09
8º Matheus Lima #515 – 08
9º Luiz Tapari #158 – 07
10º Mário Neto #42 – 06

50cc

A disputa mais charmosa do Arena Cross cumpriu com seu papel e retirou suspiros do público presente. Com pequenos talentos nas motos, o show ficou por conta do piloto Mateus Henrique #05 que dominou a bateria de ponta a ponta e sagrou-se vencedor com certa tranquilidade. Na segunda colocação, chegou o piloto Caio Groselli #38, seguido de perto pelo pequeno Pablo Galdino #71, que completou a lista com os três primeiros colocados.

Confira a classificação do campeonato na categoria 50cc (10 primeiros)

1º Mateus Henrique #05 – 20
2º Caio Groselli #38 – 17
3º Pablo Galdino #71 – 15
4º Felipe Martini #413 – 13
5º Nícolas Tapari #22 – 11
6º João Vítor Pereira #28 – 10
7º Vítor Rocha #02 – 09
8º Zion Berchtold #17 – 08
9º Emanuel Destri #796 – 07
10º Pedro Dias #111 – 06

Por: imprensa Arena Cross

Deixe uma resposta