Moto BMW G 310 R: preço de manutenção programada

/, Notícias/Moto BMW G 310 R: preço de manutenção programada

Moto BMW G 310 R: preço de manutenção programada

2018-11-14T22:46:32+00:00 23 fevereiro - 2018|Tags: , , |

BMW G 310 R

Despesas de revisões estão entre as menores do segmento abaixo de 500 cm³; a  BMW G 310 R também requer menos visitas às oficinas autorizadas.

O custo de manutenção da moto BMW G 310 R é um dos menores do segmento de motocicletas equipadas com motores na faixa de 300 cm³, levando em consideração todas as revisões previstas até 40.000 quilômetros rodados. A roadster da BMW Motorrad também é o modelo que requer menos visitas ao concessionário pois é o único de sua categoria que adota intervalos de manutenção de 10.000 km como padrão. A primeira, a segunda e a quarta revisões têm preço fixo sugerido de R$ 375, enquanto a terceira e a quinta custam R$ 665. Somando-se todas as manutenções, elas totalizam R$ 2.455. Ou seja, o gasto do proprietário com serviços de manutenção é de impressionantes R$ 0,061 por quilômetro rodado.

BMW G 310 R

BMW G 310 R

Sobre a BMW G 310 R

A BMW G 310 R vem equipada com um motor monocilíndrico, de 313 cm³ capaz de entregar 34 cv de potência, a 9.200 rpm, e 28 Nm de torque, a 7.500 rpm. O bloco é refrigerado a água e conta com comando duplo de válvulas e injeção eletrônica de combustível. Seu design é inspirado na esportiva BMW S 1000 RR e ressaltado por uma frente baixa e uma traseira extremamente curta, é de uma legítima roadster. Já o desenho dinâmico dos faróis e do tanque de combustível também chamam a atenção e evidenciam o apelo esportivo do modelo.

BMW G 310 R

Tecnologia

Em termos de tecnologia, destacam-se os freios BMW Motorrad ABS, como equipamento padrão, e a geometria inovadora da motocicleta que possibilita um centro de gravidade baixo e centralizado. Este detalhe permite uma condução mais fácil e leve no dia a dia. Já o conforto ao conduzir é assegurado por meio da configuração ergonômica do conjunto formado pelo guidão, pedal e manoplas. A posição do assento atende a todos os pilotos proporcionando estabilidade e agilidade, graças, também, à disposição das molas e amortecedores.

Informações e fotos: Comunicação Corporativa BMW Group Brasil 

2 Comentários

  1. Leandro Rios 26 26America/Sao_Paulo fevereiro 26America/Sao_Paulo 2018 em 21:45 - Responder

    São informações importantes, mas, a estratégia também deve ter levado em conta a pequena rede de oficinas. Seria bom credenciar oficinas em cidades estratégicas que não haja concessionária, facilitando a assistência técnica. Desde que não haja algo não programado, como uma queda, por exemplo, o custo de manutenção realmente não é alto. Mas, experimenta trocar os retrovisores!
    Esperava um melhor desempenho energético, a matéria não indica o consumo, porém, vi há algum tempo que ela faria 30 km por litro, mas, fica em 25 (no máximo) segundo li recentemente.
    Enfim, a moto é muito interessante, porém, esperava mais dela.

  2. Andre Souza 27 27America/Sao_Paulo fevereiro 27America/Sao_Paulo 2018 em 16:08 - Responder

    Matéria paga, né? As BMW maiores estão quebrando quadro/cardã sozinhas, imagina essa pequena indiana aí… tou fora!!! 🤣

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião de Tudo de Motos. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Tudo de Motos se reserva os direitos de não publicar e de eliminar comentários que não respeitem estes critérios.

Deixar Um Comentário

%d blogueiros gostam disto: