Tudo de Motos

Roteiro da 38ª edição da principal competição off-road do planeta será divulgado no dia 16 de abril

Devido aos desastres naturais, Chile sai da rota do Dakar 2016
Jean Azevedo – Foto: Victor Eleuterio/Fotop/VIPCOMM

O governo do Chile e a organização do Rally Dakar anunciaram nesta quarta-feira (8) que a edição de 2016 da principal competição off-road do mundo não passará pelo país. O motivo são os desastres naturais que atingiram recentemente a região norte. Mesmo assim, as equipes já estão trabalhando para criar condições do retorno ao evento em janeiro de 2017.

Desde que o Dakar chegou ao continente sul-americano em 2009, o Chile sempre ocupou posição de destaque nas rotas traçadas. O deserto de Atacama, com etapas frequentes em Copiapó, Iquique e Antofagasta, bem como as cidades de Valparaíso e Santiago, que sediaram, respectivamente, a chegada em 2013 e 2014, já fazem parte da paisagem do rali.

Com isso, esses sete anos de relacionamento criou fortes vínculos entre as autoridades chilenas e a organização do Dakar. Ao oferecer uma aventura atípica para os concorrentes e um espetáculo de televisão único para 190 países, o Chile tem um terreno ideal para a descoberta contínua da América do Sul.

Durante as últimas semanas, o país foi vítima de inundação que afetou gravemente os habitantes, em especial na região norte, local que tradicionalmente passa o rali. Por isso, serviços de emergências foram implantados com urgência e o trabalho de reconstrução prevista para o próximo mês mobilizou totalmente as autoridades chilenas. Assim, sediar o Dakar seria impossível.

“Temos acompanhado atentamente a situação e espero que, apesar dessas catástrofes, a região do Deserto do Atacama e as cidades que foram afetadas recuperem o seu vigor. Devido às viagens de reconhecimento que são necessárias e em colaboração com os vários serviços administrativos chilenos, não será possível realizar a prova lá de acordo com o calendário que temos planejado”, explica Etienne Lavigne, diretor do Dakar.

“O país tem que se adaptar à realidade pela qual a região norte está passando. A prioridade atual do governo é ajudar na recuperação do relevo dessa área. Depois, veremos a possibilidade de retornar ao Dakar em 2017”, diz Natalia Riffo, Ministra do Esporte do Chile.

O percurso do Dakar 2016 será revelado em Paris (FRA), no dia 16 de abril.

Números do Dakar no Chile:
– 39 etapas disputadas desde 2009
– Duas chegadas: Santiago (2013) e Valparaíso (2014)
– Um milhão de espectadores, em média, nos trechos chilenos do rali
– Mais de US$ 400 milhões em retorno de mídia em 2015
– Mais de US$ 36 milhões em benefícios na economia, em média, por edição

Devido aos desastres naturais, Chile sai da rota do Dakar 2016
Helder Rodrigues – Foto: Marcelo Maragni/Red Bull Content Pool/Divulgação

Deixe uma resposta