E a MotoGP pode voltar ao Brasil em 2021

/, Notícias/E a MotoGP pode voltar ao Brasil em 2021
Autódromo de Jacarepaguá - desativado - recebeu as corridas da MotoGP até 2004

Autódromo de Jacarepaguá no Rio de Janeiro – desativado em 2016 – recebeu as corridas da MotoGP até 2004 (Foto: Sportv)

Uma nova pista no Rio de Janeiro tem grandes chances de aderir ao calendário de 2021 da MotoGP.

A Dorna Sports tem o prazer de anunciar a assinatura de um acordo preliminar com a Rio Motorsports, colocando em prática os primeiros planos para Grande Prêmio do Brasil possa entrar no calendário da MotoGP a partir de 2021.

A sede do evento seria uma nova pista construída no Rio de Janeiro. Caso seja homologado, o circuito entrará potencialmente no calendário de MotoGP já em 2021 – trazendo o campeonato de motociclismo mais rápido do mundo de volta ao Brasil.

Dorna e Rio Motorsport se reúnem para possível retorno da MotoGP ao Brasil (Foto: Divulgação/MotoGP)

Dorna e Rio Motorsport se reúnem para possível retorno da MotoGP ao Brasil (Foto: Divulgação/MotoGP)

As pessoas do Rio sempre receberam os eventos do MotoGP com grande entusiasmo. Estamos satisfeitos com o sério interesse da Dorna em voltar ao Brasil e sua confiança em promover a corrida na pista que esperamos que seja construída na cidade. O Rio de Janeiro tem vocação para receber grandes eventos de automobilismo, com o mesmo nível de conhecimento demonstrado em grandes eventos esportivos e culturais realizados na cidade ”, comentou JR Pereira, COO da Rio Motorsports.

Gostaríamos de ver o retorno da MotoGP ao Brasil e este primeiro tratado é uma notícia fantástica para os fãs do Campeonato e da América do Sul”, afirma Carmelo Ezpeleta, CEO da Dorna Sports. “Nós temos um esporte verdadeiramente global, paddock e grade para outro país ao nosso calendário – especialmente um como o Brasil – é sempre algo para se aspirar. Seria um prazer para a MotoGP correr num país e continente conhecido pela sua paixão e atmosfera incrível.

Baseada no Rio de Janeiro, a Rio Motorsport é uma empresa cujo foco é investir e desenvolver o automobilismo brasileiro. Com investidores locais e internacionais, tem como principal objetivo construir e explorar novas pistas no Brasil, participando de chamadas públicas no Rio de Janeiro. Desenvolver uma nova pista de corrida com padrões internacionais para substituir o autódromo de Jacarepaguá é um compromisso assumido pelas autoridades brasileiras perante o COI (Comitê Olímpico Internacional), já que a antiga pista de corrida foi desmantelada para se tornar um Parque Olímpico para os Jogos Olímpicos de 2016. A pista de Jacarepaguá recebeu eventos do MotoGP entre 1995 e 2004.

Valentino Rossi trocava a Honda (foto) pela Yamaha, no último ano de MotoGP no Brasil

Valentino Rossi trocava a Honda (foto) pela Yamaha, no último ano de MotoGP no Brasil em 2004 – Foto: Honda Pro Images

Segundo informações do site GRANDE PRÊMIO, o assessor Luis Ferrari informou que o projeto do autódromo, que deve ficar em Deodoro, pretende ter investimento privado e não depender de dinheiro estatal. Além da Rio Motorsport, que apresentou sua proposta em maio, um outro grupo de investidores também tem interesse na construção do circuito, e a prefeitura tem agora 60 dias para estudar ambos os projetos.

Com informações: MotoGP e site Grande Prêmio – grandepremio.com.br

2018-06-16T20:28:59+00:00 16 junho - 2018|Tags: , , |

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: