Iannone: “Peço desculpas a todos na Ducati”

//Iannone: “Peço desculpas a todos na Ducati”
Andrea Iannone e Andrea Dovizioso (Foto: Ducati)
O GP da Argentina foi marcado por muitas quedas e junto um turbilhão de emoções até o último minuto. Claro, marcado também pela vitória impecável de Marc Marquez,  que fez uma corrida perfeita com o apoio extremamente competente da Honda.
Marquez: Tombo só no pódio. (Foto: Repsol)
O único tombo de Marquez foi no pódio: deu um pulo e levou um escorregão no momento de subir no lugar mais alto. Tirou de letra com uma boa gargalhada, mas deve ter pensado “Ainda bem que fui cair aqui e não na pista”. Já para o seu companheiro de equipe, Dani Pedrosa, o terceiro lugar do pódio caiu de paraquedas. Ele mesmo confirmou isso com uma frase (muito) espontânea: “Não sei direito o que aconteceu, mas cheguei ao pódio.”
Rossi: Competência e sorte (Foto: Yamaha)


Valentino Rossi mais uma vez prova que tem estrela. Sua moto na primeira metade da corrida estava mais estável e ele chegou a brigar pela primeira posição com Marc Marquez. Mas na troca de moto Rossi ficou no olho do furacão. Primeiro, ao perder contato com o líder. Depois travou uma briga com Viñales da Suzuki para defender a posição. Quando Maverick Viñales “derrapou” e saiu da corrida, foi a vez das Ducati se aproximarem e passarem o “Doutor”. Ainda teve briga por posição, mas Rossi já estava se conformando em ficar fora do pódio quando… a maior de todas as trapalhadas aconteceu.
Faltando três curvas para o final do Grande Prêmio da Argentina, Andrea Iannone estava em terceiro lugar, atrás de seu companheiro de equipe Andrea Dovizioso. Tinha tudo para uma dobradinha da Ducati. Iannone achou um espaço de pista e foi em busca do segundo lugar. No meio da curva, a Ducati sai de dianteira e Iannone dá uma “rasteira” em Dovizioso, jogando fora a chance dos “Andreas” da Ducati de subir ao pódio ao mesmo tempo.
Dovizioso ainda sai feito louco empurrando a moto para pelo menos terminar a corrida. E consegue. Ficou na última e 13ª posição.
Andrea Dovizioso: Ainda conseguiu o 13º lugar. (Foto: Ducati) 
Iannone se desculpou:Embora um início apenas razoável, estava completando uma boa corrida. Com a mudança de moto eu consegui um ritmo melhor dos que estavam à minha frente. Consegui passar Rossi duas ou três vezes até que Dovizioso passou a frente de nós dois na última volta. Quando chegamos na penúltima curva perdi o controle da frente e me choquei com Dovizioso na queda. Infelizmente assim que aconteceram as coisas. Peço desculpas à minha equipe, ao Andrea (Dovizioso) e todos na Ducati, porque um pódio com dois pilotos de fábrica seria um resultado excepcional “.
Resultados do Grande Prêmio da Argentina, segunda etapa do Campeonato Mundial de Motovelocidade 2016:
Marc Márquez ESP Repsol Honda Team (RC213V) 34m 13.628s
Valentino Rossi ITA Movistar Yamaha MotoGP (YZR-M1) 34m 21.307s
Dani Pedrosa ESP Repsol Honda Team (RC213V) 34m 41.728s
Eugene Laverty IRL Aspar MotoGP Team (Desmosedici GP14.2) 34m 50.170s
Hector Barberá ESP Avintia Racing (Desmosedici GP14.2) 34m 50.339s
Pol Espargaró ESP Monster Yamaha Tech 3 (YZR-M1) 34m 50.873s
Stefan Bradl GER Factory Aprilia Gresini (RS-GP) 34m 54.981s
Bradley Smith GBR Monster Yamaha Tech 3 (YZR-M1) 35m 4.337s
Tito Rabat ESP Estrella Galicia 0,0 Marc VDS (RC213V) 35m 4.611s
Álvaro Bautista ESP Factory Aprilia Gresini (RS-GP) 35m 15.016s
Aleix Espargaró ESP Team Suzuki Ecstar (GSX-RR) 35m 22.496s
Michele Pirro ITA Octo Pramac Yakhnich (Desmosedici GP15) 35m 32.615s
Andrea Dovizioso ITA Ducati Team (Desmosedici GP) 35m 47.047s

Andrea Iannone ITA Ducati Team (Desmosedici GP) Não terminou
Cal Crutchlow GBR LCR Honda (RC213V) Não terminou
Maverick Viñales ESP Team Suzuki Ecstar (GSX-RR) Não terminou
Scott Redding GBR Octo Pramac Yakhnich (Desmosedici GP15) Não terminou
Loris Baz FRA Avintia Racing (Desmosedici GP14.2) Não terminou
Jorge Lorenzo ESP Movistar Yamaha MotoGP (YZR-M1) Não terminou
Jack Miller AUS Estrella Galicia 0,0 Marc VDS (RC213V) Não terminou
Yonny Hernandez COL Aspar MotoGP Team (Desmosedici GP14.2) Não terminou
Com esse resultado, Marc Márquez assume a liderança da competição com 41 pontos, seguido por Valentino Rossi, oito pontos atrás, e por Dani Pedrosa, que fecha o Top 3 da tabela de classificação geral com 27 pontos conquistados até aqui.
Foto: Moto Chanel Brasil
Por choque com Dovizioso, Iannone perderá três posições no grid de Austin
Por Marcelo Baseggio Moschini Teixeira (terra)
Andrea Iannone perderá três posições no grid de largada do Grande Prêmio de Austin, no Texas, que acontece no próximo domingo (10/04), nos Estados Unidos. O piloto italiano se chocou com seu companheiro de equipe Andrea Dovizioso na última curva da corrida e devido a manobra irresponsável acabou recebendo a punição.
Andrea Iannone, terá que garantir um bom desempenho no treino classificatório da próxima semana, em Austin, para não ficar muito atrás no grid e ter condições de terminar o traçado texano no pelotão da frente. Além das três posições que perderá no grid de largada.
2016-08-20T17:25:54+00:00 04 Abril - 2016|

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: