Motocicletas Yamaha entram no programa PRONAF para atender famílias agrícolas

/, Yamaha/Motocicletas Yamaha entram no programa PRONAF para atender famílias agrícolas

Através de financiamentos com baixas taxas de juros, famílias que vivem da agricultura poderão comprar motocicletas da Yamaha parceladas em até 120 meses.

Motos Yamaha podem ser adquiridas pelo PRONAF

Motos Yamaha podem ser adquiridas pelo PRONAF

As motocicletas Yamaha Motor do Brasil passaram a integrar, desde o dia 1º de julho de 2018, o Programa Mais Alimentos (PRONAF). Neste programa do Governo Federal, os modelos XTZ 150 Crosser S, XTZ 150 Crosser Z, XTZ 250 Lander e XTZ 250 Ténéré podem ser parceladas em até 120 meses, com baixas taxas de juros e carência de até 36 meses.

O financiamento é destinado a agricultores familiares, atingindo mais de 4 milhões de famílias cadastradas no Programa PRONAF que trabalham no campo.

Tão resistentes e modernos quanto as motocicletas, os motores de popa fabricados pela Yamaha que sejam movidos a gasolina, tanto de dois quanto de quatro tempos, e com potência entre 15 e 90 hp, continuam fazendo parte do programa do governo federal.

Veja também: Yamaha XTZ 150 Crosser 2018: duas versões

 

Para participar do programa, o beneficiário deve seguir os seguintes passos:

1º PASSO – Para participar do Programa Mais Alimentos, o beneficiário precisa da Declaração de Aptidão ao Pronaf, a DAP. Caso ainda não tenha a declaração ou ela esteja vencida, basta ir até a uma agência credenciada para solicitar ou renovar de forma gratuita.

Tipos de agências credenciadas:

– Colônia de pescadores;
– Entidades da Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER) – Ex.: EMATER;
– Sindicados ligados à Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (CONTAG), Federação dos Trabalhadores da Agricultura Familiar (FETRAF) ou Confederação de Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA);
– Secretaria Especial de Aquicultura e Pesca (SEAP).

2º PASSO – Após tirar ou atualizar a DAP, o beneficiário deve procurar uma concessionária Yamaha para escolher o modelo de motocicleta que deseja comprar, verificar sua disponibilidade em estoque e já realizar o seu pedido.

3º PASSO – Com o pedido da Yamaha e a DAP em mãos, o beneficiário deve retornar à Assistência Técnica Rural (ATER) ou Colônia de Pesca de sua cidade para elaboração do Projeto de Financiamento. Neste momento, os técnicos irão analisar a viabilidade do projeto e os seus dados cadastrais.

4º PASSO – Com a validação dos técnicos, o Projeto será encaminhado ao agente financeiro, que pode ser uma agência bancária ou cooperativa de crédito, conforme a relação abaixo:

– Banco da Amazônia
– Banco do Brasil
– Banco do Estado do Rio Grande do Sul (Banrisul)
– Banco do Nordeste
– Banco Regional de Brasília
– Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE)
– Cooperativa de Crédito

5º PASSO – Ao aprovar o crédito, o agente financeiro entrará em contato com a concessionaria Yamaha para conferir os dados da motocicleta que o beneficiário está adquirindo. Com essas informações, o banco ou cooperativa de crédito finalizará a operação do crédito e autorizará o faturamento.

6º PASSO – A concessionaria Yamaha emitirá a Nota Fiscal de venda da motocicleta para o beneficiário e informará o agente financeiro.

7º PASSO – Após a liberação do recurso financeiro, a concessionária providenciará a entrega da motocicleta Yamaha.

Informações e imagens: Imprensa Yamaha

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: