A MotoGP, maior campeonato de motovelocidade do mundo deverá voltar ao Brasil, no futuro autódromo Rio Motorpark

A MotoGP, maior campeonato de motovelocidade do mundo deverá volar ao Brasil, no futuro autódromo Rio Motorpark

A Dorna Sports anunciou de forma oficial que a MotoGP voltará ao Brasil a partir de 2022. Com um contrato de cinco anos com a Rio Motorsports (RMS), garante o retorno do esporte ao Rio de Janeiro até 2026. O novo Rio Motorpark, autódromo que será construído em Deodoro, sediará o Grand Prix, que voltará ao Rio depois de 15 anos.

O Brasil e em especial o Rio de Janeiro já encenaram alguns capítulos incríveis da história do esporte em Jacarepaguá, que realizou o MotoGP entre 1995 a 2004. O desenvolvimento de um novo local para substituir Jacarepaguá, será reaproveitando um Parque Olímpico.

A MotoGP, maior campeonato de motovelocidade do mundo deverá volar ao Brasil, no futuro autódromo Rio Motorpark

O Rio Motorpark está previsto para ser concluído em 2021 e apresenta um desenho de pista de 4,5 km de sete curvas à esquerda e seis à direita, com um tempo de volta aproximado de MotoGP de 1 minuto e 38 segundos.

Marcelo Crivella, prefeito do Rio de Janeiro deu a seguinte declaração: “As notícias de que já temos uma primeira competição para a nova pista de corridas do Rio, a MotoGP, confirmado para 2022, representam um grande avanço para a nossa cidade. A construção da pista de Deodoro é um projeto espetacular, com um investimento extraordinário que irá gerar 7.000 empregos e fazer com que o Rio recupere o papel de liderança em grandes competições. Vamos levar o desenvolvimento para uma região da cidade com muitas necessidades, que é a Zona Oeste, e estimular o turismo. Tudo isso sem a cidade colocar um centavo no projeto, já que todo o investimento será de responsabilidade da concessionária. “

JR Pereira, CEO da Rio Motorsports: “A Dorna foi um parceiro extremamente leal em todas as conversas que tivemos. Agora que concluímos os estudos de impacto ambiental local e a comissão que analisará o assunto está em vigor, seguindo as políticas regulatórias do INEA (Agência Estadual do Meio Ambiente do Rio de Janeiro), foi possível formalizar um acordo que foi construído por mais de dois anos. Somos muito gratos a Carmelo e sua equipe por termos realizado o sonho de trazer o MotoGP de volta ao Rio. “

A MotoGP, maior campeonato de motovelocidade do mundo deverá volar ao Brasil, no futuro autódromo Rio Motorpark

Carmelo Ezpeleta, CEO da Dorna Sports: “Estou muito orgulhoso em anunciar que a MotoGP retornará às corridas no Rio de Janeiro, uma das cidades verdadeiramente icônicas do mundo e em um país tão incrível. O Brasil é um mercado importante para motocicletas, motociclismo e automobilismo, com uma história da qual se orgulha. Estou animado por ver a MotoGP desempenhar um papel tão vital quanto retornamos em 2022. “

Deixe uma resposta