Tudo o que você precisa saber sobre moto-escola

/, Notícias/Tudo o que você precisa saber sobre moto-escola

Tudo o que você precisa saber sobre moto-escola

2018-10-19T21:17:08+00:00 19 outubro - 2018|Tags: , |

Entre as aulas práticas e teóricas, o processo da moto-escola à habilitação costuma ser cheio de detalhes

Aprender a pilotar uma motocicleta requer atenção e cuidado. Muitos motoristas acreditam que por serem habilitados e já terem andado de bicicleta durante a sua infância, estão aptos para pilotar motos e isso nem sempre acontece dessa maneira.

Muitos aprendizes começam da forma contrária, ao invés de se matricular em uma moto-escola, apenas compram motos usadas em Curitiba e saem pilotando. Via de regra, isso dá certo, mas na hora de fazer um teste no Detran, complica e muito a vida do examinado, já que junto com a prática vem alguns vícios que não são aceitos na prova.

Pilotar uma moto, assim como dirigir um carro requer muita responsabilidade por parte do condutor. É preciso mais que saber as regras de trânsito, é preciso aplica-las, mesmo que elas pareçam excessivas, o intuito das leis é coibir os acidentes de trânsito. E no caso dos motociclistas, eles sempre levam a pior nesse quesito.

Você está querendo tirar sua carteira de habilitação na categoria A para sair pelas ruas pilotando a sua moto? Então confira algumas dicas importantes que você tem que saber antes, durante e depois do processo da moto-escola. Vamos lá?

A burocracia é a parte fundamental

Tudo começa pela documentação. É preciso ter 18 anos completos e se matricular em uma moto-escola para iniciar o processo. A primeira ação é o agendamento junto ao Departamento Estadual de Trânsito (Detran) da sua cidade para o agendamento do teste teórico e prático.

Para que escola faça a marcação dos testes, o aluno precisa apresentar o documento original de RG e CPF, além de uma cópia de cada um. É necessário também a entrega de um comprovante de residência no nome do aluno ou dos pais, com até três meses anteriores a data.

Nessa fase inicial o aluno precisa fazer a opção entre a habilitação na categoria A, para conduzir veículos de 2 e 3 rodas; na categoria B, para veículos com até 8 lugares; e na categoria AB, que compreendem as duas modalidades.

Depois da coleta das digitais do aluno, é realizado o exame psicológico e médico, para aferir as condições físicas e mentais do candidato. Na sequência, depois de cada aprovação, serão realizados os testes teóricos e práticos, respectivamente.

Prova teórica

O aluno precisa frequentar o curso teórico composto por módulos de legislação, infrações de trânsito, primeiros-socorros e mecânica básica, num total de 45 horas-aula. Na prova, o candidato precisa ter um percentual de acerto de 70% das questões para ser aprovado.

Prova prática

Você não pode fazer a prova com a moto Ducati dos seus sonhos! Mas tudo bem, se especialize na CG Titan que tudo vai dar certo. A parte prática é composta por 25 horas de aula, sendo que ao menos 5 horas precisam ser no período noturno, para dar mais segurança e experiência ao aluno na hora de pilotar nesse horário.

A prova prática é realizada em um circuito fechado dentro do pátio do Detran, onde o candidato precisa atender aos requisitos de realização do teste. Se o aluno estiver tirando carteira para carro também, via de regra, a prova não acontece no mesmo dia para evitar o stress para os alunos.

Na prática, evite ficar atrás dos carros quando estão em movimento

É um erro quando o motociclista está circulando numa via e fica sempre atrás dos veículos, principalmente quando está a uma distância mais curta. Os carros podem frear bruscamente e isso pode ocasionar acidentes.

Se você estiver trafegando atrás de carros ou caminhões, fique sempre mais na proximidade da faixa, usando os cantos, assim você pode ser visto pelo espelho e evitar os acidentes. Fique sempre atento, em caso de frenagem, tente sair pelo corredor para não bater na traseira.

Cuidados na pilotagem

Lembre-se sempre que o para-choque da sua motocicleta sempre será o seu peito, por isso, todo e qualquer acidente pode trazer consequências graves ao motociclista. Por isso, fique de olho também nas motos, colisões entre esses veículos também podem acontecer e costumam ser bastante violentas, mesmo em baixa velocidade.

Evite pilotar quando estiver com sono ou muito cansado. Se tiver ingerido drogas ou bebidas alcoólicas, nem pensar, isso é contra a lei e ainda por cima, pode causar graves acidentes. Se você tiver também sob o efeito de fortes emoções, evite a pilotagem, isso não será uma atitude segura!

Nunca, mas nunca esqueça os equipamentos de segurança

Não importa se você vai dar uma volta na esquina com uma Harley-Daivdson ou com uma Honda Biz, use sempre equipamentos de segurança. Quantas vezes você não ouviu histórias de pessoas que perderam a vida porque sofreram um acidente de motocicleta do lado de casa? Esse fato é mais corriqueiro do que imaginamos, pois é o momento que estamos sempre mais relaxados e por isso, mais expostos ao risco.

Então não importa o trajeto ou o tempo que você ficará em cima da motocicleta, use sempre o capacete, não pilote usando chinelas de dedo e se possível se equipe com acessórios para os braços e pernas. Pode parecer excesso, mas na verdade é zelo com a sua própria vida. Os acidentes envolvendo motocicleta costumam deixar sequelas em suas vítimas.

Sempre de farol aceso

Essa é uma daquelas dicas que você não recebe quando está na moto-escola, mas que na prática faz muita diferença. A moto é um veículo estreito e que transita em uma velocidade superior à dos carros no trânsito dentro das cidades. Por isso mesmo, existem vários pontos cegos, em que os motoristas não conseguem enxergar as motos pelo espelho.

Se você transitar sempre com a luz ligada, as chances de você ser percebido pelos motoristas é muito menor. Tudo que você puder fazer para evitar acidentes, será muito bem-vindo para a construção de um trânsito mais seguro.

Que tal, gostou deste texto sobre tudo que você precisa saber sobre moto-escola? Então que tal compartilhar este post com os seus amigos nas suas redes sociais! Afinal, quem quer tirar carteira de moto precisa saber algumas dicas extras.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião de Tudo de Motos. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Tudo de Motos se reserva os direitos de não publicar e de eliminar comentários que não respeitem estes critérios.

Deixar Um Comentário

%d blogueiros gostam disto: