Confira as vantagens e desvantagens das motos Yamaha e Honda

Uma das maiores dúvidas para quem vai comprar uma moto é a escolha da marca. No Brasil,  Honda e Yamaha lideram as vendas no mercado e raramente abrem espaço para novas adversárias.

Honda CB 250F Twister 2019 ABS
Honda CB 250F Twister 2019 ABS

Mas como saber qual é a melhor? Cada uma tem características e tem suas vantagens. Por isso é necessário ver o que vale a pena para você. Confira abaixo os principais pontos fracos e fortes de cada uma, e decida qual é a melhor para o seu dia a dia.

Quando se trata do visual, a Honda tem seus designs mais modernos, que remetem curvas e conceitos que normalmente encontramos em carros. Seus aspectos mais agressivos normalmente são feitos em vincos na fibra, e ela procura transparecer mais desenvolvida através dessas dobras na sua lataria.

Alguns dos modelos da Yamaha, tem uma aparência mais “magra”, e possuem um aspecto mais mecânico. Portanto, quando a questão é o design, o que contará é o gosto pessoal de cada um.

Quando a questão é o custo das peças, as motos Honda sem dúvidas é a melhor opção, mas as peças da Yamaha tem mais durabilidade e tecnologia.

A Yamaha, costuma investir mais em tecnologia e inovação. Mas, isso não é algo ruim para a Honda, pelo menos no mercado brasileiro.

Quando falamos de valores, os preços variam muito de uma moto Honda ou Yamaha. Há muitas promoções e negociações que podem fazer com que o modelo de qualquer uma das marcas seja mais em conta do que o preço da concorrente. Portanto, a avaliação de preços não é muito eficaz para definir na hora da compra.

A Honda é famosa por disponibilizar a assistência mais em conta do país, além de ter uma alta quantidade de peças disponíveis. Além disso, como já mencionamos as suas peças são mais baratas do que as da Yamaha.

Com relação à assistência, a Honda é a marca com mais revendas no Brasil. Porém, é fácil encontrar uma assistência oficial para ambas as marcas.

Quanto a segurança de uso, ambas as marcas já são conhecidas e fortes no mercado. O problema aparece apenas no que diz respeito à violência nas ruas.

Devido às vendas de peças no mercado paralelo, os modelos da Honda geralmente são mais cobiçados pelos ladrões. E esse fator deixa o seguro mais caro, e a segurança um pouco mais incerta nas ruas.

A Honda é uma das marcas de veículos mais renomadas no mercado e disponibiliza uma enorme quantidade de modelos. Além disso, a marca está sempre procurando inovar, com versões mais modernas. Um exemplo disso, é o modelo CB Twister 2020, que está prometendo grandes vantagens para seus futuros compradores.

A Honda tem um custo-benefício benéfico e pode apresentar inúmeras vantagens para quem planeja vendê-la futuramente.

A Yamaha tem um dos melhores valores de compra do mercado, assim como também avança muito em tecnologia alta para elevar os seus modelos.

Yamaha XJ6 - ABS
Yamaha XJ6 – ABS

Honda e Yamaha foram destaque no “Moto de Ouro” há três anos atrás. A Honda ganhou quatro prêmios já a Yamaha levou três prêmios.

O MercadoLivre divulgou em 2015 o ranking dos modelos e marcas mais procuradas e anunciadas na categoria de “Motos”. O âmbito de motocicletas atingiu cerca de dezessete por cento de crescimento em quantidade de itens anunciados comparado ao ano anterior. E a tendência é aumentar cada vez mais.

Os modelos mais buscados e cobiçados foram a Hornet e CB 300 da Honda, a XT660 e a XJ6 da Yamaha, mas o grande destaque ficou para a Yamaha R1, sonho de muitos motociclistas.

Não importa qual marca você irá escolher, uma moto possui inúmeras vantagens no cotidiano.

Para começar, você terá viagens muito mais rápidas e baratas. Além disso, andar de moto permite uma conexão maior com a natureza e também pode proporcionar muito adrenalina.

Outro ponto positivo é que é possível gastar menos, visto que os pedágios para motocicletas tem valor menor do que para os carros. Normalmente, os motociclistas pagam metade do valor que um carro comum. Sem contar que o combustível dura muito mais em uma moto.

Outro aspecto vantajoso é que o dono de uma moto não precisa gastar tanto com manutenção, pois as manutenções em motos são muito mais baratas. Além disso, os reparos são bem mais rápidos.

Outro ponto é que as motos são mais baratas que um carro. Até mesmo as motos mais caras do mercado são mais em conta do que um carro. Uma outra opção ainda mais acessível são os modelos seminovos ou usados.

Além de uma moto oferecer inúmeras vantagens para o seu dono ela também colabora com o meio ambiente. Devido aos seus motores menos robustos, a dispensa de poluentes é menor o que causa menos impacto para o meio ambiente. Saiba mais sobre o Promot 4 (Programa de Controle da Poluição do Ar por Motociclos e Veículos Similares).

Outro ponto econômico é o estacionamento, enquanto carro você precisa pagar mensalmente ou diariamente um estacionamento a moto você tem mais opções de onde estacionar.

O tempo de trânsito também é menor. Essa é uma das maiores vantagens de ter duas rodas.

Se você pretende tirar carteira de habilitação certamente se dará bem em uma moto, ela é muito mais simples de se pilotar.

Com motos há menos desvalorização na revenda. Quando os carros são retirados da concessionária, os carros sofrem desvalorização quase que imediata, mas com as motos esse processo é mais demorado, o que se torna um ponto positivo a mais para quem for vender futuramente.

Mas, para decidir qual é a melhor marca, é necessário comparar os aspectos de cada uma e avaliar quais são as suas prioridades. Coloque tudo na ponta do lápis antes de comprar a sua moto. Também é recomendado avaliar bem a Tabela Fipe de motos para decidir qual valor é mais viável para o seu bolso.

2 COMENTÁRIOS

  1. Não acredito que uma das marcas seja melhor que a outra. É necessário conhecer a proposta de cada produto e encontrar um que melhor atenda suas expectativas. Sempre compro motos populares usadas (até 250cc).
    A Yamaha geralmente oferece mais conforto, durabilidade, melhor rendimento de combustível (uma ybr já fez 79km/l) e melhor qualidade no acabamento. Honda oferece melhor design (minha opinião), melhor desempenho e menor custo de manutenção, com uma ampla disponibilidade de assistência e peças de reposição em cada canto do país, o que configura as condições de mercado que fazem a Honda ocupar o 1º lugar em vendas e na preferência nacional.

    Tive YBR 2005, Fazer 2008, Tenere 2011, Lander (2007, 2008, 2013), além de Twister 2008, CG150 2013 e a atual Suzuki GSR150.
    Gosto da proposta das Yamaha 250. O problema é que quando começam a dar problema não param mais. Por isso vendi minha 3ª Lander e estou de Suzuki. A intenção era pegar uma CBTwister, mas em São Paulo andar de Honda é pra quem não tem amor à vida.

    • Perfeito Natalicio
      Acreditamos que a maior parte dos Motociclistas do Brasil, tem alguma história de amor ou ódio com essas que são as principais marcas do nosso mercado.
      Abraço e obrigado por compartilhar sua experiência pessoal.

Deixe uma resposta