Brasileiros entram para grupo seleto do off-road após título no Rally Dakar

//Brasileiros entram para grupo seleto do off-road após título no Rally Dakar

Brasileiros entram para grupo seleto do off-road após título no Rally Dakar

2018-01-24T22:49:22+00:00 24 janeiro - 2018|Tags: , , , |
Reinaldo Varela (à direita) e Gustavo Gugelmin comemoram título dos UTVs no Rally Dakar a bordo do Can-Am Maverick X3 - Foto: Duda Bairros - photosdakar.com - BRP Brasil

Reinaldo Varela (à direita) e Gustavo Gugelmin comemoram título dos UTVs no Rally Dakar a bordo do Can-Am Maverick X3 – Foto: Duda Bairros – photosdakar.com – BRP Brasil

Reinaldo Varela e Gustavo Gugelmin conquistaram a cobiçada taça do Rally Dakar a bordo do UTV Can-Am Maverick X3, após mais de oito mil quilômetros de desafios

Muitos tentam, mas pouquíssimos conseguem levar a taça de campeão do Rally Dakar para casa. O maior e mais temido rally do mundo completou 40 anos de história em 2018. Com o título dos UTVs a bordo do Can-Am Maverick X3, os brasileiros Reinaldo Varela e Gustavo Gugelmin garantiram seus lugares no mais seleto grupo do off-road.

A dupla brasileira apresentou consistência desde o início da prova. Venceu cinco etapas, recorde entre os UTVs, incluindo os dois dias de disputas em formato maratona – nos quais os competidores rodaram mais de mil quilômetros sem apoio mecânico externo. O Can-Am Maverick X3 fez valer o alto desempenho em seu DNA e a excelente relação entre peso e potência, que garantiram resistência e confiabilidade para transpor os obstáculos mais extremos no ambiente off-road.

Reinaldo Varela (à direita) e Gustavo Gugelmin comemoram título dos UTVs no Rally Dakar a bordo do Can-Am Maverick X3 - Foto: José Mário Dias - photosdakar.com - BRP Brasil

Reinaldo Varela (à direita) e Gustavo Gugelmin comemoram título dos UTVs no Rally Dakar a bordo do Can-Am Maverick X3 – Foto: José Mário Dias – photosdakar.com – BRP Brasil

Não foi por acaso. Estamos há tempos correndo atrás desse objetivo, que foi atingido com foco e planejamento. Temos muito para comemorar”, afirmou o piloto Varela. O feito foi confirmado neste sábado (20), após 14 etapas e mais de oito mil quilômetros nas trilhas do Peru, Bolívia e Argentina, palco da chegada na cidade de Córdoba.

O título do Rally Dakar é inédito na vitoriosa carreira de Varela. Entre os carros, ele é bicampeão mundial da modalidade (classe T2) e conquistou duas taças no Rally dos Sertões. Seu currículo inclui mais de 360 provas off-road disputadas – apenas no Rally Dakar, foram sete participações.

A festa da chegada foi linda. O público e a organização do Rally Dakar valorizaram ainda mais a nossa conquista”, continuou o paulista.

O catarinense Gugelmin, que correu pela terceira vez no Dakar, completou. “Terminar o rally já é uma grande vitória. Fizemos uma prova limpa, sem problemas, e o Can-Am Maverick X3 foi impecável. Cruzar a rampa de chegada como campeão do Rally Dakar é algo que nunca vamos esquecer, representa o patamar máximo dos esportes off-road”, finalizou.

Rally Dakar – Resultados categoria UTVs

Resultados finais após 14 etapas
1 – REINALDO VARELA / GUSTAVO GUGELMIN (BRA) – 72H 44′ 06” – Can-Am Maverick X3
2 – PATRICE GARROUSTE (FRA) / STEVEN GRIENER (CHE) – 73H 41′ 43”
3 – JOSE LUIS PENA CAMPO/RAFAEL TORNABELL CORDOBA (ESP) – 82H 57′ 26”
4 – CLAUDE FOURNIER (FRA) / SZYMON GOSPODARCZYK (POL) – 82H 53′ 31”

Rally Dakar – Resultados categoria Quadriciclos/ Classe G3.2 2

Resultados finais após 14 etapas
1 – KAMIL WISNIEWSKI (POL) – 64H 49′ 56” – Can-Am Renegade
2 – DANIEL MAZZUCCO (ARG) – 66H 22′ 16” – Can-Am Renegade
3 – MARTIN SARQUIZ (ARG) – 77H 56′ 08” – Can-Am Renegade
4 – PABLO LUIS NOVARA (ARG) – 79H 06′ 57” – Can-Am Renegade

Por: Mundo Press

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: