Cauã Reymond vive um Mad Max do sertão no filme Reza a Lenda

//Cauã Reymond vive um Mad Max do sertão no filme Reza a Lenda
Imagens Divulgação
O ator revela que teve que tirar CNH categoria A para encarar o personagem, mas isso não o livrou de levar um grande tombo.
Em coletiva de lançamento do longa “Reza a lenda”, o ator Cauã Raymond falou sobre o lado bacana e as dificuldades de interpretar um motociclista no melhor estilo “Mad Max” brasileiro. O filme, que estreia nos cinemas dia 21 de janeiro, conta a história de um bando de motoqueiros armados que realiza um ousado roubo da imagem de uma santa e desperta a fúria de seu dono, o que desencadeia uma perseguição com muita ação e violência. Além de Cauã (como Ara), atuam na trama Humberto Martins (Tenório), Sophie Charlotte (Severina) e Luísa Arraes (Laura).
Sem intimidade com motos antes do filme, apesar de dizer gostar do assunto, Cauã teve de tirar a CNH categoria A para fazer as gravações. “Eu tirei a carteira para poder pilotar a moto, mas não adiantou muito porque logo antes de a gente começar a gravar eu tomei um tombaço (risos), o meu pé ainda dói um pouco. Eu adoro moto, mas eu sou super medroso”.
Apesar do pouco contato, Cauã curtiu os rolês durante as gravações, como comentou ao brincar com sua parceira de filmagens Luísa. “Ela andou muito na minha garupa, a gente curtiu momentos e paisagens muito legais. Na parte do cenário das eólicas (hélices de captação de energia) foi muito especial. Nem ficou tanto no filme, mas certamente na minha cabeça, a moto, o clima, enfim, foi tudo perfeito”.
Por fim, o ator também tirou sarro de si mesmo sobre o fato de acelerar sua Yamaha XJ6 modificada a mais de 100 km/h com a Luísa na garupa sem capacete. “Eu estava ali me sentindo o máximo, me sentindo incrível (risos) de levá-la naquela velocidade, daí quando acabou a cena eu tirei o capacete, ela bateu no meu ombro e falou ‘tá com a autoestima boa agora?’”. “Provou que você consegue?”, sacaneou Luísa, para risos de todos na sala.
As motos do filme são todas Yamaha (patrocinadora), mas os mais leigos talvez não a reconheçam, pois nenhuma delas está original – pelo contrário. Tanto a XJ6 utilizada pelo protagonista quanto as Ténéré 250, as XT660 e outras do restante do bando foram modificadas no estilo meio retrô, meio scrambler. Confira os trailers oficiais a seguir e não peca a estreia em janeiro!
Por: Daniel Messeder – Carplace


Reza a Lenda – Trailer 1:
Reza a Lenda – Trailer 2:

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: