O rei da América: Márquez vence pela sexta vez em Austin, mas Dovizioso se torna líder por apenas 1 ponto.

O Grande Prêmio dos Estados Unidos está ficando sem graça para Marc Márquez. Contando somente na categoria principal, o espanhol venceu pela 6ª vez consecutiva e com tranquilidade.

Márquez viveu alguns dias de “inferno astral”, com punições na Argentina e até mesmo nos treinos de classificação, o que lhe valeu uma punição de 3 posições negativas no grid. Mas tudo isso parece ter ficado para trás no momento da largada em Austin, no Texas.

Márquez foi sensacional desde o início e já nas primeiras voltas assumiria a primeira posição. Andrea Iannone chegou a esboçar uma “caça” a Márquez. Fez uma ultrapassagem, mas liderou por poucos metros. O espanhol da Honda deu o troco logo depois, assumiria novamente a liderança e dessa vez para não perder mais.

Enquanto isso, Maverick Viñales e Valentino Rossi começavam a caçada a Iannone. Viñales fez a ultrapassagem e Rossi parecia chegar na mesma balada. Mas a partir do meio da corrida, perdeu fôlego e não conseguiria mais chegar aos primeiros. Para a sorte de Rossi, os rendimentos de quem vinha atrás, Zarco e Dovizioso.

Viñales também não teve rendimento necessário para alcançar Márquez. A corrida parecia que estava totalmente definida, até que nos momentos finais uma ultrapassagem faria toda a diferença na classificação: Andrea Dovizioso conquista a quinta posição. Parece pouco, mas foi o suficiente para que o italiano conquistasse a liderança por apenas 1 ponto à frente de Márquez.

O pódio terminou assim: Marc Márquez, Maverick Viñales e Andrea Iannone que coloca a Suzuki pela segunda vez seguida ao pódio em 3º.

Homenagens a Nicky Hayden

O piloto americano Nicky Hayden que morreu há menos de um ano, recebeu muitas homenagens. Entre elas um local especial no circuito de Austin, batizado como Hayden Hill.
Maverick Viñales correu com o numero 69 de Hayden na parte da frente do capacete. Já o vencedor Marc Márques, na sua volta de celebração, parou no meio da pista para recolher uma bandeira alusiva ao número do piloto americano.

Após o final do Grande Prêmio dos EUA, a classificação ficou assim:

1) Dovizioso 46 pontos
2) Marquez 45 pontos
3) Vinales 41 pontos
4) Crutchlow 38 pontos
5) Zarco 38 pontos