Nova BMW F800 R: Confira as mudanças no modelo 2015.

/, Lançamentos, Notícias/Nova BMW F800 R: Confira as mudanças no modelo 2015.

Nova BMW F800 R: Confira as mudanças no modelo 2015.

2016-08-20T20:20:28+00:00 10 maio - 2015|Tags: , , , , |
Modelo abandona os característicos faróis assimétricos e ganha discretas modificações mecânicas
Apresentada em Milão, a nova geração da naked já está disponível no País – Foto Infomoto
RAPHAEL PANARO E HÉCTOR MAÑÓN
AUTO PRESS
Com o crescimento do segmento de alta cilindrada nos últimos anos, as fabricantes duas rodas sempre abastecem o mercado brasileiro com novidades. No caso da reestilizada BMW F800 R, essa desfasagem foi de apenas quatro meses. Mostrada em outubro de 2014 no Salão de Milão, na Itália, a naked começou a ser montada em Manaus, no Amazonas, já em fevereiro desse ano. Com visual renovado e mais potente, a moto está à venda por R$ 37.900.
A BMW Motorrad mexeu em uma das principais características da F800 R: o design. O que mais chama a atenção é a mudança dos faróis. A peça dupla assimétrica – traço marcante na linha 800 – deu lugar a um conjunto único, com aquele mesmo jeitão “transformer” das motos japonesas. No resto, carenagens redesenhadas para receber melhor o piloto e novas rodas de 17 polegadas. O banco foi redesenhado e as pedaleiras ficaram maiores. A roadster, como a BMW define o modelo, traz mais novidades além do visual: manoplas aquecidas, controle de pressão dos pneus, cavalete central e tomada 12V.
O motor de dois cilindros paralelos de 798 cm³ rende agora até 90 cv – Foto: BMW – Divulgação
Mecânica
As diferenças mecânicas, por outro lado, são bem discretas. A nova F800 R continua a ser empurrada pelo motor bicilíndrico de 798 cm³ arrefecido a líquido e com quatro válvulas por cilindro. Porém o propulsor passou por algumas modificações que fizeram a potência subir de 87 cv para 90 cv – sempre a 8.000 rpm. Já o torque se manteve: 8,8 kgfm a 5.800 giros. A transmissão também segue de seis velocidades, mas os engenheiros da Motorrad encurtaram a relação das duas primeiras marchas para alcançar o torque máximo em velocidades menores e dar mais agilidade ao modelo.
Já o conjunto suspensivo evoluiu: o garfo telescópico dianteiro agora é invertido, e, na traseira, a balança que sustenta o monoamortecedor é em alumínio fundido. Cargas de amortecimento e retorno podem ser ajustadas para uma utilização mais personalizada. Já os freios são a disco duplo flutuante na dianteira, com 320 mm de diâmetro e pinça Brembo com quatro pistões. Já na traseira, o disco simples tem 265 mm, com um pistão. O peso em ordem de marcha fica em 202 kg, e o tanque de combustível tem capacidade para 15 litros. A altura em relação ao solo diminuiu 10 mm – para 790 mm –, com o objetivo de melhorar a utilização em ambiente urbano para pilotos com menor estatura.
O farol e as entradas de ar são as principais novidades visuais da moto – Foto: Infomoto
Simples e versátil
A posição de condução da F800 R é um pouco “jogada” à frente, porém bastante confortável. Apenas o vento deslocado diretamente contra o rosto e o peito do piloto pode tornar a viagem desconfortável, principalmente se for adotado um ritmo elevado.
A entrega de potência do motor de 798 cc é muito boa. Há torque disponível já em baixas rotações, graças a primeira e segunda marchas encurtadas. A prova é que a F800 R leva 3,9 segundos para chegar aos 100 km/h partindo da imobilidade. A velocidade máxima ultrapassa os 200 km/h. Andar em um intervalo entre 120 e 150 km/h é cômodo. Com a sexta marcha engatada, a rotação fica abaixo dos 5.000 giros, o que ajuda muito na economia de combustível. O som que o propulsor produz também é original, oco e metálico ao mesmo tempo.
A suspensão é macia mesmo no modo de pilotagem esportivo. O ajuste Comfort é reservado a situações de tráfego intenso e baixas velocidades. Sem dúvida, o fato de o garfo dianteiro agora ser invertido melhora a confiança com que o piloto entra na curva, especialmente em pavimento desnivelado. A dualidade da F800 R é certamente seu trunfo: trata-se de uma moto confortável para trajetos urbanos e bastante ágil para quem gosta mais de esportividade. 
Foto: Motorrede

Um Comentário

  1. cesário jbc 11 11America/Sao_Paulo maio 11America/Sao_Paulo 2015 em 08:33 - Responder

    Shoe

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: