Único brasileiro nas motos, Jean Azevedo sai do Rally Dakar
Fotos: Victor Epifanio/Fotop/Vipcomm
O piloto Jean Azevedo, único brasileiro na categoria Motos do Rally Dakar, abandonou a competição na manhã desta quinta-feira (7). Ele largaria do acampamento de Jujuy, na Argentina, em direção a Uyuni, na Bolívia.
Após a etapa maratona, quando nem mesmo os pilotos puderam fazer a manutenção dos veículos, Jean cedeu o radiador para o colega de equipe Honda South America Rally Team (HSA) Javier Pizzolito, da Argentina, e que estava com a peça danificada.
Esta escolha foi feita por vários motivos. No dia 4 de janeiro, Jean sofreu uma queda forte, onde bateu a cabeça e o ombro, deixando o piloto com fortes dores nas mãos, braços e na região das costelas. Devido ao acidente, o tanque de combustível foi danificado, o que o obrigou a andar devagar para poder completar a etapa, ficando na 132ª na classificação geral.
Único brasileiro nas motos, Jean Azevedo sai do Rally Dakar
Todos no Dakar estão em busca da vitória ou de bons resultados pessoais, mas somos uma equipe e também estou aqui para trabalhar e ajudar a Honda a vencer o Dakar. Não importa quem poderia ganhar; o que interessa é a marca terminar campeã. Por isso optei em sacrificar a minha corrida, que já estava comprometida desde o acidente, e cedi o radiador ao Pizzolito”, afirmou Jean.
Único brasileiro nas motos, Jean Azevedo sai do Rally Dakar